28 de março de 2010

Fez-se história! A Taça é nossa!

 
 
(Fotos retiradas de D.V Norte, Red Pass, Sapo Desporto, SerBenfiquista, Ultras Ovar 82 e UndercoverSLB. Todos os vídeos aqui.)

Foi sobre o olhar atento de 23 430 espectadores (mais de 80% benfiquistas) que o Glorioso fez história. Foi a única equipa até agora a vencer a Carlsberg Cup duas vezes seguidas. É também a única que regista duas destas taças no seu palmarés e que venceu por duas vezes esta época (não há duas sem três) o actual campeão nacional (não por muitas semanas, claro). O resultado foi nada mais, nada menos que três bolas a zero.
Houve confrontos entre adeptos dos dois clubes, como se havia de esperar. O problema no meio disto tudo é que por causa de uns pagam outros. E esses outros foram mulheres, crianças e até idosos. Verdade seja dita, quem começou os confrontos foram os mesmos do costume. Mas, o Maior de Portugal é superior a isso e os seus adeptos também. Dentro do campo, demos três secos. Já nas bancadas um show ainda maior que o habitual.
Para além do muitíssimo material presente (não fosse uma final), tal como o ano passado, a simbologia dos grupos marcou presença em peso. E um pano gigante dos No Name que só me lembro de o ter visto na Velha Luz também. De resto, foi permitida a entrada a tambores e a megafones e, até foi estreado novo material por parte dos dois principais grupos de apoio. A nível pirotécnico tanto os Diabos como os No Name a fazer relembrar os velhos anos 90, com tochadas enormes. No início do jogo, os Diabos abriram a mítica frase "Carrega Benfica" acompanhada por outra: "Ganhar ontem, hoje, amanhã e sempre!". Já os No Name abriram o tal pano gigante que do lado esquerdo tinha o símbolo do grupo, no meio "E Pluribus Unum" e do lado direito o símbolo do nosso tão amado clube. Houve uma faixa de um dos núcleos dos No Name dependurada no piso 1 de uma das centrais, assim como uma bandeira. Penso que abafamos por completo os nossos rivais que apenas ocuparam um dos topos do estádio. O 12º jogador esteve vivo, bem vivo. Penso que até os nossos jogadores que já estão habituados a Infernos Vermelhos se arrepiaram de ver tantas bandeiras gigantes, tantos panos, tanta cor, tanto ruído,... 
Nos festejos de mais uma conquista, houve o habitual lançamento de camisolas por parte dos nossos jogadores para o público, em forma de respeito, admiração e agradecimento. O nosso querido David Luiz vestiu honradamente uma t-shirt que trocou com um elemento dos No Name, como ilustra uma das fotos acima.
À vinda embora foi tudo mais calmo, não se registando problemas com adeptos do outro clubezeco. E a festa, uma vez mais, foi nossa. Agora temos o 32º campeonato nacional e a 1ª Liga Europa para conquistar. Eu acredito, num futuro próximo, numa grande deslocação a Hamburgo... e vocês?

5 Comments:

o lado do futebol said...

Boas

Benfica perto do título e Vitória aproxima-se do Sporting. Veja e dê a sua opinião em:

http://oladodofutebolquenuncaviram.blogspot.com/2010/03/benfica-perto-do-titulo-e-vitoria.html

Abraço

Anónimo said...

"um pano gigante dos No Name que só me lembro de o ter visto na Velha Luz também"

deves ser novo nisto tu...

Pedro said...

Este ano estamos brutais, dentro do relvado e nas bancadas!!!
Parabens a todos.

O q me dá mais gozo nestes jogos em campo neutro é ver a abada q damos SEMPRE aos adversários, sejam azuis ou verdes. Eles bem podem unir-se q não têm hipótese!!!

Anónimo said...

boas
este pano ja vem do tempo da velhinha luz...mas ja foi utilizado varias vezes na nova catedral so é preciso estar atento e sempre presente...abraço

SEM NOME said...

A faixa que estava no 1 piso era a faixa XANGAI e eram mais 2 Bandeiras que todos os jogos estao na luz... E PLURIBUS UNUM